30 agosto 2013

Chovendo lágrimas.


          Tudo seria mais fácil se a chuva levasse consigo todos os meus problemas. Nunca serei do tipo que se lamenta abertamente para todos que quiserem ouvir. Sempre gostei de guardar tudo que sinto, não é como se alguém precisasse saber o que acontece comigo.Encaro as lágrimas que escorrem no meu rosto como grandes nuvens que há muito tempo estavam carregadas e prontas para despejar tudo que haviam guardado. Não é de uma vez que acontece. Primeiro vou recolhendo todas as lágrimas que não caíram, os sentimentos que escondi e as palavras que não falei. Esses materiais são anexados a um espaço apertado que numa hora não conseguirá mais comportá-los e simplesmente transbordará. 

          Assim como na chuva, minha visão vai ficando borrada e tudo que vejo são sombras que não vão embora. De repente fica mais frio e todos os meus músculos se contraem como se as pequenas gotas fossem feitas de espinhos. 
Todo temporal tem seu momento assustador. Relâmpagos são os flashes de todas as imagens que me machucam; Trovões são aquelas palavras que preciso gritar, mas não tenho coragem; E os raios são todas as emoções que se perderam dentro de mim e agora resolveram se aproveitar do meu momento de fraqueza. Chorar não é fácil, nunca foi. Há momentos que você irá se machucar com palavras fúteis e comentários sem fundamentos. Acontece que sua caixinha só estava esperando algo a mais para jorrar todo o seu material fora.

          Existem pessoas que são como grandes tempestades: Demoram a chegar, mas quando acontece, você é o primeiro a notar, afinal, elas estragam seu dia, seus planos e você não quer sair de casa. (a não ser que você realmente goste de enfrentar tempestades e se perder nelas em vez de ficar em casa). Ainda há aquelas que ficam nebulosas por pouca coisa, ameaçam seu dia com grandes trovões, mas no fim vão embora.  Sou daquelas que vem calmamente para trazer alegria ao invés de medo, posso até causar pânico, mas trago a certeza que dias ensolarados virão. 


Por: Débora Alves.

Espero que tenham gostado, gente, segunda-feira volta tudo ao normal! Terei mais tempo disponível para o blog ♥ Beijo! 


10 comentários:

  1. Que lindo, flor! Amei! Você escreve muito bem, parabéns!
    Beijos,
    Scar.

    http://wonderlandmundodoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. parabens amei realmente vc escreve muito bem beijos pra vc

    cherrycharming2.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Vc consegue traduzir todos os sentimentos em palavras. Gosto demais de passar aqui e ver mais um texto maravilhoso.
    Voltarei sempre.

    Abraços
    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que inveja branca de você, quem dera eu escrever assim, simplesmente perfeito *--*
    http://um-cha-e-um-livro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Menina amei esse texto, o último paragrafo ficou perfeito demais ♥
    Beijinhos
    Facebook do blog
    conversando-com-a-lua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Que texto mais lindo!!!!!!!!!!!!!!! Olha, eu já fui dessas que torce pra água levar tudo, lavar e levar pra onde a gente não pode ver...
    Mas eu amei a sua comparação de tempestades e pessoas. Queria ser como um dia de verão, viu!
    Ficou muito bom!

    Um beijo!
    www.kvcomvoce.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Débora, tudo bem ?
    Tenho um selinho esperando por você em meu blog, espero que goste.

    Beijos!

    http://pallavras-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Lindo esse seu texto
    As vezes queria tomar banho e a cada chuveirada levar tudo de ruim...

    Já estou seguindo/curtindo
    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Que texto lindo, adorei!
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  10. Muito lindo o texto, você escreve muito bem! Parabéns. Amei o parágrafo final...

    Beijos

    http://www.sentimentosingelo.com.br/

    ResponderExcluir